DAS TRIPAS CORAÇÃO

Edições Asa, 2000

Apesar de educado numa tradição machista, Eduardo é um homem invulgarmente sensível e gentil a braços com uma crise de meia-idade em que a monotonia enfadonha do emprego, a solidão e o desejo de uma relação amorosa estável deprimem-no. Ainda por cima, tem o azar de não ter irmãos nem primos, ser divorciado e pai de um filho com quem se dá mal e Daniel, o seu melhor amigo e fiel companheiro de “imperiais”, farras e engates ocasionais, apaixonou-se perdidamente e não tem tempo livre.

As únicas pessoas que restam em quem pode descarregar os seus problemas, frustrações e preocupações são o psiquiatra e Diana, uma mulher que se torna cada vez mais relevante na sua vida, embora ele recuse obstinadamente a aceitar que ela seja o seu tipo.

Serão estas duas bóias de salvação suficientes para travar a sua queda?

“Ana Nobre de Gusmão parece, na verdade, neste seu romance, decididamente apostada em acabar com a dicotomia em voga entre escrita ‘feminina’ e ‘masculina’. Enfrentou, por exemplo, o risco assumido de dar a narrativa e o principal papel a um homem - e tudo indica que ganhou.” Appio Sottomayor, Jornal A Capital, 05.10.2000

“‘Das Tripas Coração’ é um romance irreverente, irónico e cheio humor mas, ao mesmo tempo, uma XXX comédia humana escrita com delicadeza e graça.” Le Nove Muse, Domenica 09.03.14

© 2019 Ana Nobre de Gusmão. Created by Castelero Design.